Foi nesse lugar… 

Todo mundo tem um lugar especial pra chamar de seu. Eu tenho um lugar que é mais que especial. Eu diria que é um lugar fundamental.

Pra tudo na minha vida. 

Deus me deu asas pra voar pelos quatro cantos do mundo. Mas só um lugar como alicerce de tudo.

Foi nesse lugar que pude conhecer as melhores pessoas que o cara lá de cima poderia presentear alguém. Seu Lázaro e Dona Julinha foram muito mais que líderes de uma grande família abençoada e orientada pela humildade, honestidade, retidão e generosidade.

Foi nesse lugar que ouvia nas manhãs um trecho do livro sagrado, entoados pelo Seu Lázaro num exercício de obediência e aprendizado da palavra de Deus. 

Foi nesse lugar que convivi anos e anos com a Dona Julinha, símbolo de verdade, de amor, de carinho, de cuidado, de uma sabedoria que sei lá, talvez nunca conheça igual. 

Foi nesse lugar que conheci os dois e foi ali que me despedi deles. 

Foi nesse mesmo lugar que a vida me apresentou uma trupe de tios que, talvez nem eles saibam, foram decisivos na vida de um garoto que poderia na ausência de um pai simplesmente ter ficado perdido navegando pela vida. Mas teve neles um farol que iluminou cada passo, ouviu uma palavra que parecia solta mas foi entendida como um conselho, teve um ombro nas horas difíceis, o aplauso que encoraja, viu neles o papel de pai e mãe sem eles serem pai nem mãe. 

Foi nesse lugar que os almoços de domingo se tornaram inesquecíveis. Tios, primos, família, oração. E nesse lugar que tomei consciência do tanto que Dona Dalva foi uma guerreira e uma referência em como levar a vida bravamente, superar obstáculos e ainda manter o bom humor. 

Foi nesse lugar que vi amigos que estão no coração pra toda a vida. A infância e adolescência que ninguém esquece, o campinho, a bola na rua, momentos puros e verdadeiros de amizade, lealdade, alegria. 

Foi nesse lugar que curtia por horas e horas pousos e decolagens, sonhando o dia em que conheceria qualquer lugar que um avião daqueles poderia levar alguém. Sem imaginar que um dia passaria horas e horas dentro daqueles aviões para lugares que nunca – nunca mesmo, pensei ir algum um dia. 

Foi nesse lugar que vivi grandes sonhos e expectativas, que fiz planos e revi planos pra vida. Sonhei muito. 

Foi nesse lugar que aprendi as melhores lições de como ser alguém do bem e, pelo exemplo que tive perto, a clara diferença entre o certo e o errado.

Foi desse lugar, enfim, que saí direto pra formar a minha família e tentar levar à frente tudo que aprendi. 

Sigo assim… sabendo que se um dia o mundo me deu asas pra voar, a vida me deu o Salmo 23 como guia, um lugar pra manter meus pés no chão e a certeza do que realmente importa. 

O lugar pra onde apontam essas coordenadas estão agora gravados como um símbolo de agradecimento. 

Para todo o sempre. 

Ps: Clica aí pra saber onde vai o 15°50’44.7″S 47°58’28.2″W

https://goo.gl/maps/cMCC1PYTR7R2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: