1 minuto de silêncio para o “misto-quente” Parisiense…

mixto.jpgO misto-quente é um rango que devia entrar para o hall das comidas mundiais. Como a pizza, o pastel, o kibe e outros tantos que se encontram no mundo inteiro. Não está acima apenas da coxinha, na minha humilde opinião. Aliás, a coxinha merece um lugar de maior destaque no mundo. Mas isso é outra história.

 

Pra quem não conhece, o Geraldo é o responsável por um misto de responsa, lá pertinho do Liberty Mall em Brasília. Além do tradicional, dá pra pedir o misto no pão de queijo… uma obra de arte do rango trash. Esse então quase chega perto da coxinha. E tô citando ele porque é uma referência no assunto. Aliás, respeito muito quando o rango é bom.

 

Pois bem, Paris me apresentou um misto-quente de alto nível. A receita impecável: Baguete tipicamente francesa, queijo brie e presunto parma. Pra fechar, manda na chapa e depois uma pitada de mostarda Dijon legítima. Tá feito. Eles chamam de “Panini”. Pra mim o nome disso é misto-quente. E pronto.

 

O Geraldo que me desculpe, mas esse misto francês é realmente a consagração do bom e velho misto-quente. Só me resta então a homenagem: por favor, um minuto de silêncio para o misto-quente francês.